terça-feira, 24 de maio de 2011

Mulher é atropelada duas vezes quando cruzava a 4ª Ponte e morre no Pronto Socorro Seg, 23 de Maio de 2011 14:44 LENILDA CAVALCANTE


A tragédia que vitimou a jovem Rosangela Souza Dias, 19 anos, natural do município de Cruzeiro do Sul, aconteceu no início da noite de domingo, 22, quando a jovem acompanhada de um grupo de amigos atravessa a ponte a 4ª Ponte sobre o rio Acre, entre os bairros Seis de Agosto e Cadeia Velha.


De acordo com informações de testemunhas, a jovem estaria morando em Rio Branco, há pouco tempo e no domingo, foi convidada para participar de um passeio ao município de Porto Acre, quando o grupo de amigos retornava para o bairro Seis de Agosto, cerca de 50 metros antes da faixa de pedestre o grupo resolveu atravessar a ponte, em um trevo que é proibido o trânsito de pedestres.


Travessia sobre a ponte em local proibido para pedestre teria colaborado com a tragédia
Segundo informações, Rosangela atravessa a ponte segurando na mão de uma criança, quando um veículo de cor branca atropelou a jovem em seguida um casal que trafegava em uma motocicleta e vinha logo atrás do veículo a atropelou novamente.


O motorista do veículo que não teve a numeração das placas identificadas não parou e seguiu viagem. O casal que trafegava na motocicleta com o impacto da batida contra o corpo de Rosangela caiu no meio da ponte.


A jovem atropelada teve a perna direita quebrada no choque contra a motocicleta e caiu batendo a cabeça contra uma elevação do muro que divide a passarela de pedestre e a pista da ponte.


Agente de trânsito mantém vítima viva enquanto aguarda chegada do SAMU
Um agente de trânsito que reside nas proximidades foi o primeiro a prestar socorro a Rosangela, pois teria percebido que as outras duas vítimas estavam estáveis, mas a jovem Rosangela, não respirava.


Imediatamente o agente de trânsito iniciou o procedimento de primeiros socorros realizando massagens cardíacas no intuito de tirar a vítima de uma parada cardiorrespiratória enquanto a viatura de suporte avançado do SAMU chegava ao local.


O procedimento realizado pelo agente de transito deu certo, quando a primeira equipe do SAMU chegou ao local do acidente deu continuidade ao procedimento iniciado pelo agente, foram mais de 20 minutos que os paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU tentativas de reanimar a vítima.


Em seguida Rosangela foi removida para o interior da viatura 01 de suporte avançado e dentro da viatura os procedimentos de reanimação continuaram até estabilizá-la e encaminhá-la ao Pronto Socorro de Rio Branco.


Com múltipla fratura jovem não resiste e morre no Pronto Socorro

Cerca de uma hora após dá entrada do setor de emergência do Pronto Socorro, a jovem não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu.


Segundo o médico do SAMU a jovem Rosangela sofreu traumatismo craniano, trauma na região torácica e trauma abdominal, além de fratura exposta na perna direita.


O piloto da motocicleta Marcos Lima Sampaio, 27 anos e a mulher dele Gleiciane Souza Moura, 28 anos, sofreram lesões por todo o corpo e fraturas e também foram encaminhados ao Pronto Socorro de Rio Branco.


Amigo de vítima isenta culpa de motocicleta e diz que ele foi mais uma vítima
Segundo informações do jovem Tony Carruta, 26 anos, amigo de Rosangela e atravessava a ponte junto com a vítima, o piloto da motocicleta não teve culpa do acidente, ele teria sido mais uma vítima.


“O motorista do carro é quem matou minha amiga, ele atropelou ela, e quando ela rodou em volta do carro, o motorista acelerou foi quando ela foi atingida pela motocicleta e quebrou a perna, mas o piloto da moto ainda tentou desviar, mas não conseguiu. O rapaz da motocicleta foi mais uma vítima do motorista do carro que atropelou e não parou para prestar socorro” afirmou Tony.







Nenhum comentário:

Postar um comentário