quarta-feira, 25 de março de 2015

ESCOLA ARGENTINA PEREIRA FEITOSA
BIOLOGIA 1º ANO A
PROF: FRANCISCO NUNES DO NASCIMENTO
GABARITO

a) centrifugação           b) levigação           c) ventilação         d) pasteurização           e) flotação

2-  Relacione as colunas:
( 1 ) Teoria na qual um ser vivo origina-se a partir de seres semelhantes
( 2 ) Hipótese na qual os animais surgiam de ovos invisíveis a olho nu
( 3 ) Processo para a geração de descendentes
( 4 ) Teoria na qual a vida surge de matéria inanimada
(  3  ) Reprodução       ( 2  ) Experimento de Redi      (  1  ) Biogênese       (  4  ) Geração Espontânea
3- Explique o que é panspermia.
firma que a vida é fruto de sementes dispersas no Universo, e que a Terra  é apenas um dos planetas que recebeu essa semente, que se propagou com o passar do tempo, dando origem a todos as formas vivas existentes hoje.
Anterior à Panspermia, a teoria aceita era a de Geração Espontânea, que defendia que a vida era oriunda de matéria desprovida de vida. Depois de vários estudos científicos, a abiogênese (do grego, a = sem, bio = vida, gênese = origem, “origem não biológica”) foi derrubada, hoje sabemos que a vida é somente procedente de matéria viva.
Segundo a teoria da Panspermia, formulada pelo físico sueco Arrhenius, a Terra teria sofrido uma inseminação por organismos, partículas provenientes de espaços externos ao planeta, chegando à Terra através de poeira cósmico ou meteoritos. O argumento apresentado para tal hipótese é a presença de matéria orgânica em meteoritos encontrados na Terra, como certos tipos deaminoácidos, formaldeído, álcool etílico, tese que foi contradita pelo fato de não ser admitida a sobrevivência de microrganismos a temperaturas tão diferentes da qual são procedentes. Além disso, tais moléculas podem se arranjar de maneira natural no ambiente, sem ter, para isso, qualquer influência biológica.

4- O que é a teoria da evolução química? 
Baseando-se nessas teorias, diversos compostos orgânicos foram sintetizados em laboratório em experiências que simulavam as condições supostamente existentes na Terra primitiva. Esse trabalhode produção artificial de moléculas foi desenvolvido pelo químico estadunidense Stanley Lloyd Miller no ano de 1953. Miller arquitetou um simulador formado por tubos e balões de vidro interligados e colocou nesse aparelho uma mistura dos gases metano (CH4), amônia, (NH3), hidrogênio (H2), e vapor d’água. Essa mistura gasosa foi, então, submetida a fortes descargas elétricas durante alguns dias.
Após uma semana, Miller examinou o líquido que se formou no aparelho e mostrou a presença de várias substâncias inicialmente ausentes no experimento, como os aminoácidos glicina e alanina, além de outras substâncias orgânicas mais simples. Com esses resultados, Miller mostrou que seria possível a formação de moléculas mais complexas a partir de moléculas mais simples e de certas condições ambientais, reforçando a teoria da evolução molecular. Posteriormente, outros cientistas também realizaram simulações das supostas condições da Terra primitiva, produzindo diversas substâncias encontradas em seres vivos.
A teoria da evolução molecular é complementar à teoria da Panspermia, que defende que a vida na terra é oriunda de substâncias precursoras de vida proveniente de outros locais do espaço. Os defensores da panspermia afirmam, que, onde quer que a vida tenha surgido, todo o desenvolvimento se baseia na evolução molecular.

5- Oparin acreditou que a vida na Terra poderia ter surgido a partir de substâncias orgânicas formadas por combinação de moléculas, como metano, amônia, hidrogênio e vapor de água, presentes na atmosfera primitiva de nosso planeta. Depois teriam ocorrido a síntese protéica nos mares, a formação de coacervados e o surgimento das primeiras células. Levando-se em conta os processos de formação e as maneiras de utilização dos gases oxigênio e dióxido de carbono, a sequência mais provável dos primeiros seres vivos na Terra é a de organismos:
a) heterótrofos anaeróbicos -> autótrofos -> heterótrofos aeróbicos.
b) heterótrofos anaeróbicos -> heterótrofos aeróbicos -> autótrofos.
c) heterótrofos aeróbicos -> autótrofos -> heterótrofos anaeróbicos.
d) autótrofos -> heterótrofos anaeróbicos -> heterótrofos aeróbicos.
e) autótrofos -> heterótrofos aeróbicos -> heterótrofos anaeróbicos.
6-A definição de vida é motivo de muitos debates. Segundo a Biologia, o início da vida na Terra deu-se com:
a) O “big bang”, que deu origem ao universo e, consequentemente, à vida.
b) O aumento dos níveis de O‚ atmosférico, que permitiu a proliferação dos seres aeróbios.
c) O surgimento dos coacervados, os quais, em soluções aquosas, são capazes de criar uma membrana, isolando a matéria orgânica do meio externo.
d) O surgimento de uma bicamada fosfolipídica, que envolveu moléculas com capacidade de autoduplicação e metabolismo.
e) O resfriamento da atmosfera, que propiciou uma condição favorável para a origem de moléculas precursoras de vida.
7-Uma vez que não temos evidência por observação direta de eventos relacionados à origem da vida, o estudo científico desses fenômenos difere do estudo de muitos outros eventos biológicos. Em relação a estudos sobre a origem da vida, apresentam-se as afirmações seguintes.
I. Uma vez que esses processos ocorreram há bilhões de anos, não há possibilidade de realização de experimentos, mesmo em situações simuladas, que possam contribuir para o entendimento desses processos.
II. Os trabalhos desenvolvidos por Oparin e Stanley Miller ofereceram pistas para os cientistas na construção de hipóteses plausíveis quanto à origem da vida.
III. As observações de Oparin sobre coacervados ofereceram indícios sobre um processo que constituiu-se, provavelmente, em um dos primeiros passos para a origem da vida, qual seja, o isolamento de macromoléculas do meio circundante.
Em relação a estas afirmações, podemos indicar como corretas:
a) I, apenas.                    b) II, apenas.                      c) I e II, apenas.                d) II e III, apenas.            e) I, II e III.

          

Nenhum comentário:

Postar um comentário